Compartilhar

Secretaria de Saúde alerta para cuidados com a saúde em período de estiagem

 Além do frio, o inverno é característico por dias em que a umidade do ar atinge níveis mínimos. Neste período, é comum verificar que uma parcela da população é afetada por doenças respiratórias. Principalmente as crianças, que são mais suscetíveis à ação de bactérias e vírus.

Para quem já possui asma, bronquite ou rinite, por exemplo, a baixa umidade do ar pode ser ainda pior.

Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde apresenta algumas dicas que podem colaborar para a prevenção dessas doenças:

Hidratação: é muito importante que o consumo de água esteja em dia durante os períodos mais secos. Além de água mineral, água de coco, sucos naturais e frutas podem ajudar na hidratação do organismo.

Umidificação do ambiente: os vaporizadores e até as bacias com água são muito úteis em casa; especialmente na hora de dormir. Porém, é necessário o cuidado com a limpeza do vaporizador, para que o mesmo não acumule microrganismos que tragam prejuízo à saúde.

Soro fisiológico: para evitar o ressecamento dos olhos e das narinas, recomenda-se o uso de soro fisiológico. Nos olhos, a administração do soro é mais efetiva do que a de colírios, que se usados em excesso, podem ir contra a umidificação. Para o nariz, é importante que seja feita a limpeza com o soro de 4 a 6 vezes por dia, eliminando assim a atuação de bactérias.

Higiene: além de manter às mãos lavadas constantemente, a casa também deve ser limpa com maior frequência nos períodos de estiagem. Quanto mais seco o clima, mais ácaros e fungos aparecem.

A Secretaria de Saúde orienta aos cidadãos que tiverem problemas respiratórios causados pela baixa umidade do ar, que procurem inicialmente os postos de saúde. Caso haja a necessidade, a equipe médica encaminhará o paciente para o atendimento dos prontos-socorros.

Secretaria de Saúde alerta para cuidados com a saúde em período de estiagem