Romeu Escolastico Filho: A Terapia de Ventosas no tratamento de dores e...

Romeu Escolastico Filho: A Terapia de Ventosas no tratamento de dores e estresse

66
0
Compartilhar
Romeu Escolastico Filho: A Terapia de Ventosas no tratamento de dores e estresse

Romeu Escolastico Filho: A Terapia de Ventosas no tratamento de dores e estresse

Romeu Escolástico Filho – A Terapia de ventosas como é chamada é uma técnica antiga que se tornou popular, como uma alternativa minimamente invasiva para desintoxicar o organismo, reduzir dores, desconfortos, estresse e tudo o que tenha a ver com o alinhamento de energia, por meio da qual uma ventosa faz um efeito de vácuo sobre o corpo sugando a pele e o músculo, e, portanto, abrindo os poros e mobilizando a circulação sanguínea e linfática do corpo.

A grande procura por saber mais a respeito da ventosaterapia no ano de 2016 se deu por conta do maior nadador da história, o americano Michael Phelps, ter aparecido em público nas Olimpíadas do Rio de Janeiro com as marcas características que o tratamento da ventosa deixa no corpo.

A técnica da ventosaterapia é feito mediante a aplicação de copos de vidro ou de plástico (taças chinesas) em forma de ventosas, aquecidas com fogo para consumir o oxigênio que está dentro da ventosa e imediatamente aplicada sobre a pele antes que volte a entrar mais oxigênio. Desta maneira, se gera o vácuo que permite coloca-la em determinados pontos energéticos do corpo sem que caiam. A sucção que exercem as ventosas é o que consegue desbloquear os pontos energéticos obstruídos para restaurar o fluxo de energia e ajudar o paciente a desintoxicar o seu organismo durante cada sessão. Ao ser realizada a sucção da pele e a musculatura para dentro do copo, o vácuo formado estimula a circulação sanguínea e com este processo são liberadas as toxinas existentes do sangue.

Indicações:

Como o foco terapêutico da ventosa é controlar a corrente sanguínea, podemos destacar como indicações e benefícios nos seguintes tratamentos: desintoxicar o organismo e diminuir o stress; lombalgias, tensões e contraturas musculares; tratamentos para dores musculares, reumatismo e nevralgias; cefaleia; problemas digestivos; hipertensão arterial. Em alguns casos, esta técnica também é utilizada na estética, como por exemplo, o uso da ventosaterapia para redução de medidas.

Contra indicações:

O tratamento é contraindicado em poucos casos: dermatites, psoríase, micoses, cortes e ferimentos recentes, insuficiência cardíaca de hipertensão do fogo, quadros viróticos e osteoporose.

Romeu Escolástico Filho é fisioterapeuta

Romeu Escolastico Filho: A Terapia de Ventosas no tratamento de dores e estresse

LEIA TAMBÉM

Deixe uma resposta